A Revista NAVIGATOR é dirigida a professores, pesquisadores e alunos de História e tem como propósito promover e incentivar o debate e a pesquisa sobre temas de História Marítima no meio acadêmico.





Tomada de Caiena: seu significado para a História do Corpo de Fuzileiros Navais

Ronaldo Lopes de Melo
É Capitão de Fragata e Encarregado do Museu do Corpo de Fuzileiros Navais.


RESUMO
O presente artigo tem por objetivo comentar aspectos da organização da Brigada Real da Marinha em 1808 e 1809, bem como destacar a importância da Tomada de Caiena para a história do Corpo de Fuzileiros Navais (CFN). Para melhor entendimento, esta apresentação foi organizada em nove tópicos. Primeiramente, como introdução, serão abordados os antecedentes históricos da Tomada de Caiena, valorizando o contexto europeu no final do século XVIII. Em seguida, trataremos da transmigração da Família Real para o Brasil e a declaração de guerra à França e suas possessões. Adiante, será dado destaque à expedição a Caiena, empreendida pelo governo da Capitania do Grão-Pará, e o posterior envio de tropas navais do Rio de Janeiro, com a participação da Brigada Real da Marinha. Na sequência, serão enfocados os alvarás que a regularam entre 1797 e 1808. Por fim, falaremos de novas pesquisas acerca do tema e das comemorações dos 200 anos da Tomada de Caiena, seguida de uma breve conclusão.

PALAVRAS-CHAVE: Conquista de Caiena, Brigada Real da Marinha, Corpo de Fuzileiros Navais

ABSTRACT
This paper aims to discuss aspects of the organization of the Royal Navy Brigade in 1808 and 1809 as well as highlighting the importance of Cayenne Taking in the history of the Marine Corps. For better understanding, this presentation was organized into nine topics. First, as introduction, it is discussed the historical background of the Cayenne Taking, focusing in the European context in the late of the eighteenth century. Next, we attempt to the transmigration of the Royal Family to Brazil and the declaration of war on France and its possessions. After, the article approaches the expedition to Cayenne, undertaken by the government of the Province of Grão-Pará, and the subsequent remittance of naval forces from Rio de Janeiro with the participation of the Royal Navy Brigade. Next, it is discussed the permits that regulated between 1797 and 1808, for finally talking about new researchs about the subject and the celebrations of 200 years of the Cayenne Taking, followed by a brief conclusion.

KEYWORDS: Achievement Cayenne Brigade Royal Navy, Marine Corps

ANTECEDENTES HISTÓRICOS

A Tomada de Caiena está inserida no contexto das mudanças geopolíticas na Europa. Dentre os principais personagens envolvidos neste processo, destacou-se Napoleão Bonaparte, que levou com determinação o projeto expansionista francês.

Em Portugal, encontrava-se Dom João, ainda Príncipe Regente, que, na sua difícil tarefa de proteger a Corte, decidiu transferi-la para o Brasil, dando início a uma série de transformações políticas e sociais em sua colônia na América.

Como ponto de partida para a nossa explanação, apontamos que a Revolução Francesa, no desenrolar das suas diversas fases, acabou por provocar um desequilíbrio na frágil aliança entre as monarquias europeias do período.

(Veja o artigo na íntegra na versão PDF)